Promoção por mérito na Caixa contempla 96% dos promovíveis com delta

Promoção por mérito na Caixa contempla 96% dos promovíveis com delta Destaque

Promoção por mérito na Caixa contempla 96% dos promovíveis com delta

Desde o dia 20 de janeiro os empregados da Caixa estão recebendo a ascensão no PCS (Plano de Cargos e Salários) e os valores referentes à promoção por mérito 2019, relativos ao ano base 2018. Dos trabalhadores considerados promovíveis, 96% foram contemplados com ascensão, os chamados deltas, num total de 77.736.

“Os trabalhadores que entraram no banco depois de 1998 não tinham chance de crescimento na carreira como os mais antigos. Foi com muita luta do movimento sindical que esses bancários conquistaram a unificação da carreira e, com isso, passaram a ter ascensão e promoção por mérito”, explica a diretora do Sindicato e funcionária da Caixa Vanessa Sobreira.

Metodologia para 2019

Está marcada para o dia 21 de fevereiro a reunião da comissão paritária que dará início ao debate da metodologia da promoção por mérito para o ano base 2019, com reflexos em 2020.

O objetivo é aprofundar o debate sobre os números da promoção relativa ao ano passado. Cerca de 20% dos empregados ficaram de fora da progressão na carreira nos últimos dois anos. Em 2018, esse número já caiu para 4%. A intenção é assegurar que todos recebam delta e que a Caixa volte ao regramento que possibilita atingir o segundo delta.

Para conseguir a promoção, era necessário cumprir alguns requisitos, como ter realizado pelo menos oito horas (durante o ano) de capacitação dentre as ações integrantes do Programa Agir Certo Sempre, disponível no portal da Universidade Caixa e não estar na última referência salarial do PCS ao qual é vinculado, entre outros.

Unificação das tabelas  

A unificação das tabelas das carreiras dos técnicos bancários e escriturários em um único PCS, com a possibilidade de ascensão profissional, foi uma vitória conquistada pelo movimento dos empregados da Caixa durante as negociações salariais de 2008. A proposta vinha sendo apresentada desde a criação dos dois PCS na empresa: um para quem ingressou no banco até 1989 e outro para aqueles que entraram após 1998.

Da Redação, com informações da Fenae