Funcionários do BB fecham agência em Taguatinga contra descomissionamento arbitrário

Funcionários do BB fecham agência em Taguatinga contra descomissionamento arbitrário Destaque

Funcionários do BB fecham agência em Taguatinga  contra descomissionamento arbitrário

Em protesto contra o descomissionamento arbitrário de funcionários do Banco do Brasil, bancários e bancárias paralisaram os trabalhos na agência do banco da Praça do Relógio, em Taguatinga, durante toda a manhã desta quarta-feira (13).

A diretora do Sindicato Mônica Dieb, que é do BB, chamou a atenção para o grande prejuízo que os descomissionamentos podem trazer para a empresa. “Arbitrária e prejudicial, essa decisão irá interferir no atendimento de qualidade que  prestamos à população e, como consequência, contribuirá para o enfraquecimento do banco enquanto empresa pública.”

“Nossa ação hoje aqui em Taguatinga visa protestar e denunciar para a população, além de orientar os bancários sobre os direitos. Queremos preservar a saúde dos bancários e bancárias do BB e garantir um atendimento de qualidade para nossos clientes”, afirmou o diretor do Sindicato Kleytton Morais.

Confira panfleto entregue durante o ato:


Dia Nacional de Luta

Na próxima quinta-feira (14), as manifestações contra a decisão arbitrária do BB serão intensificadas em todo o país com o Dia Nacional de Luta contra os descomissionamentos no banco.


Da Redação