Após muita cobrança, Caixa anuncia contratação de aprovados em concurso de 2014

Após muita cobrança, Caixa anuncia contratação de aprovados em concurso de 2014 Destaque

Após muita cobrança, Caixa anuncia contratação de aprovados em concurso de 2014

Contraf-CUT terá reunião com o banco e cobrará esclarecimentos



A direção da Caixa comunicou internamente, no dia 17 de janeiro, que irá chamar os selecionados no último concurso, realizado pelo banco em 2014, para contratações.

De acordo com o Coordenador da Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa), Dionísio Reis, "essa é uma reivindicação dos trabalhadores e das entidades, que têm denunciado nos últimos anos a redução significativa do quadro de pessoal do banco, acarretando o adoecimento dos empregados e comprometendo a qualidade do atendimento à população”, disse.

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), entre março de 2015 e novembro de 2018, a Caixa fechou 12.934 postos de trabalho no país. 87,0% dos desligados estavam no emprego há 10 anos ou mais.

Para Fabiana Uehara, diretora do Sindicato e da Contraf-CUT, "a contratação de novos empregados é urgente, considerando todo o acúmulo de trabalho que os empregados atuais estão submetidos. O que vamos cobrar na mesa de negociação permanente, que é o ideal, é que as contratações sejam em número maior que a quantidade de empregados saindo de forma 'incentivada'".

Mais empregados para Caixa, Mais Caixa para o Brasil

A campanha de 2017, criada pelas entidades representativas em 2009, continua percorrendo as agências, onde a população mais sente a falta de empregados e cobrando mais contratações.

“Por isso vamos reafirmar na mesma de negociação a importância da Caixa como banco 100% público, fundamental para o desenvolvimento social e econômico do país, que não pode ter sua atuação reduzida”, concluiu Dionísio Reis.

A CEE/Caixa se reunirá com a direção do banco no dia 1 de fevereiro para discutir o tema.

Fonte: Contraf-CUT com informações do Seeb-Brasília