Sindicato exibe o longa “No Caminho pro Quilombo” dia 29 no Teatro dos Bancários

Sindicato exibe o longa “No Caminho pro Quilombo” dia 29 no Teatro dos Bancários Destaque

Sindicato exibe o longa “No Caminho pro Quilombo” dia 29 no Teatro dos Bancários

Resultado de imagem para no caminho do quilombo

O Sindicato vai exibir no próximo dia 29, no Teatro dos Bancários, às 20h, o longa-metragem “No Caminho pro Quilombo”, do diretor Fabrício Cezar, na sequência da 1ª Mostra Audiovisual Conexões Ancestrais, exposição fotográfica que reúne obras conceituais polonesa Patrycja Grzybek-Cezar retratando elementos africanos inseridos no cotidiano brasileiro.

O evento será aberto às 19h, no foyer do Teatro, onde haverá uma atração musical com o saxofonista João Filho (Meia Boca Band). A entrada é gratuita. Logo após a exibição do filme, será realizado um debate com os membros da equipe do filme e personalidades do movimento negro do Distrito Federal.

O longa tem no elenco Lino Ribeiro, Cris Pereira, Nãnan Matos, Mestre Vila e Edna Lima.

Empoderamento

“No Caminho pro Quilombo” é uma rica jornada de empoderamento que leva ao extremo gêneros pouco explorados como a Docuficção e o Etnodoc. Baseado em 21 documentos, entre teses, estudos e artigos sobre a condição do negro na sociedade brasileira, o filme retrata os elementos mais importantes percebidos na pesquisa, misturando ficção e realidade de forma inovadora e criativa.

Sinopse

Sentindo-se perdido e socialmente invisível, Sebastião (Lino Ribeiro) decide fugir para um Quilombo contemporâneo. No caminho até lá, ele supera os obstáculos que o inferiorizam e afirma sua identidade com elementos como samba, danças de matriz africana, maculelê e capoeira.

Superação das desigualdades

O autor Fabrício Cezar ressalta que qualquer ação afirmativa que venha a contribuir para a superação das desigualdades sociais é extremamente necessária para o equilíbrio de uma nação. “Foi partindo desse pressuposto que desenvolvi o filme ‘No Caminho pro Quilombo’, onde apresento afirmativamente manifestações de matriz africana que estão intimamente ligadas ao cotidiano da sociedade brasileira”, pontua.

E complementa: “A capoeira, o samba, as danças, a história e a cultura negra em geral, são elementos que precisam ser trabalhados de forma a valorizar o negro, abrindo caminhos para uma sociedade igualitária e independente de preconceitos de cor, raça ou desinformação”.

Serviço

“No Caminho pro Quilombo” 

Data: 29/08/2018
Local: Teatro dos Bancários (EQS 314/315 Sul)
19:00 – Abertura: Saxofonista João Filho – Meia Boca Band
19:30 – Exposição Fotográfica Conexões Ancestrais
20:00 – Exibição do longa-metragem “No Caminho pro Quilombo”, seguida de debate
Entrada franca


Da Redação