Quitação de dívidas com precatórios e licença-prêmio é vetada

Quitação de dívidas com precatórios e licença-prêmio é vetada Destaque

Quitação de dívidas com precatórios e licença-prêmio é vetada

O governador Rollemberg, que se notabiliza por propor medidas de ataque às estatais do DF, em especial ao BRB, talvez motivado pelo espírito natalino, teve um momento de lucidez nesta terça-feira, 26 de dezembro, e vetou o projeto de lei 941/2016, de autoria da deputada Celina Leão, que permitia aos funcionários do DF utilizarem créditos de precatórios e/ou saldos de licença prêmio para pagarem empréstimos contraídos junto ao BRB.

A medida, se colocada em prática, seria danosa para o banco, pois trocaria dívidas cujo recebimento seria em dinheiro, o que garante liquidez imediata, por créditos de dificílimo recebimento, até porque o devedor de tais créditos seria o próprio controlador do banco, o GDF, que certamente não se intimidaria em postergar ao máximo o pagamento destes créditos ao BRB. Considerando que há mais de 1.300 funcionários detentores destes créditos e clientes do banco, dá para imaginar o “estrago” que esta medida poderia acarretar.

“Enfim algo de positivo vindo do governo. Um ataque a menos contra o banco público da sociedade do Distrito Federal. O Sindicato continua sua intransigente defesa deste patrimônio”, destaca Daniel de Oliveira, diretor do Sindicato. 

Da Redação