Perseguição e tentativa de censura a docentes são tema do TV Bancários Web desta quarta (31)

Perseguição e tentativa de censura a docentes são tema do TV Bancários Web desta quarta (31) Destaque

Perseguição e tentativa de censura a docentes são tema do TV Bancários Web desta quarta (31)

A perseguição a professores e a tentativa de censura nas instituições de ensino são o tema da TV Bancários desta quarta-feira (31). Para falar dessas ameaças, que ganharam durante o período eleitoral e depois do segundo turno, o Sindicato entrevista Luciana Custódio, secretária de Formação do Sindicato dos Professores (Sinpro-DF). O programa irá ao ar às 18h pelas redes sociais do Sindicato dos Bancários.

Na noite do último dia 25, policiais e fiscais de tribunais eleitorais invadiram universidades e sindicatos de professores de todo o país. Algumas das ações foram comandadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais sob pretexto de identificar e recolher materiais de campanha "irregulares". Outras, porém, foram desencadeadas por policiais sem nenhum mandado.

Além disso, nesta segunda-feira (29), após os resultados da eleição presidencial, a deputada estadual recém eleita por Santa Catarina Ana Caroline Campagnolo, do PSL, o mesmo de Jair Bolsonaro, publicou em suas redes sociais um comunicado em que instiga e incentiva que os estudantes gravem e filmem o que ela chamou de “professores doutrinadores”.

Ana Caroline se elegeu levantando a bandeira da chamada Escola Sem Partido, cujo Projeto de Lei (PL nº 7.180/14) está marcado para ser votado nesta quarta-feira (31), pela Câmara dos Deputados.

Em nota, a diretoria colegiada do Sinpro manifestou “total repúdio à iniciativa de castração da liberdade de cátedra aos professores”. Por meio de uma moção, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa de mais de 4 milhões de trabalhadores/as das escolas públicas brasileiras, também repudiou de forma veemente a iniciativa.

Da Redação