Participe das atividades em defesa das empresas e serviços públicos

NESTA TERÇA (8)

Participe das atividades em defesa das empresas e serviços públicos

Participe das atividades em defesa das empresas e serviços públicos

Seminário, ato e lançamento de livro vão marcar posicionamento das entidades representativas contra o desmonte e as privatizações do patrimônio público. Evento será realizado no auditório Nereu Ramos (Câmara dos Deputados), em Brasília



A Fenae e as entidades que defendem os serviços e as empresas públicas do Brasil, gravemente atingidos pelo ilegítimo governo de Michel Temer e seus aliados, convocam os empregados da Caixa Econômica Federal e setores da sociedade civil a participarem de um evento no próximo dia 8 de maio na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). Nesta data, a partir das 9h, no auditório Nereu Ramos, será realizado seminário para destacar a importância do que é público para a sociedade e do quanto as ameaças privatistas e tentativas de desmonte interferem negativamente na vida da população e dos trabalhadores das empresas públicas.

“Temos que nos programar para que o comparecimento seja forte, expressando nossa união em torno da manutenção das empresas e serviços públicos e dos direitos de seus trabalhadores”, aponta a coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, Maria Rita Serrano, que também é representante eleita dos empregados no Conselho de Administração da Caixa e membro da Diretoria da Fenae.

Rita Serrano lembra que, com a proximidade das eleições de outubro, em breve o foco estará voltado apenas para o pleito, aumentando a necessidade de participação dos trabalhadores das estatais no seminário organizado pelas entidades representativas. Na pauta desse evento, segundo ela, estão questões nacionais relacionadas aos serviços e empresas públicas, além de outras específicas como as recentes resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR) e os cortes de direitos, como os propostos para os planos de saúde de autogestão, a exemplo do Saúde Caixa.

Para o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira, é fundamental que entidades representativas e trabalhadores estejam engajados nas discussões e na luta em defesa da Caixa Econômica Federal 100% pública e de todo o patrimônio público sob ameaça. “Assim como ocorreu em outros momentos conjunturais, é necessário intensificar a mobilização de toda a sociedade brasileira contra as políticas de retrocessos aplicadas no país e por nenhum direito a menos”, afirmou.

Segundo Jair Ferreira, “fazer a defesa do caráter público da Caixa e de outras empresas públicas é fazer a defesa do Brasil”.

Lançamento do livro “Se é público, é para todos”

No seminário do dia 8 de maio, após as apresentações e debates, também será realizado um ato político em defesa do que é público. Nesse sentido, uma orientação se impõe: parlamentares, sindicalistas e representantes de movimento social em diversos segmentos devem somar esforços para divulgar o evento em suas redes sociais, amplificando a mobilização e consequente repercussão.

Na ocasião, aliás, haverá o lançamento do livro “Se é público, é para todos”, organizado pelo sociólogo Emir Sader, com a participação do economista Fernando Nogueira da Costa e dos representantes dos trabalhadores Maria Rita Serrano (Caixa) e João Moraes (Federação Única dos Petroleiros). Para saber mais sobre essa obra, acesse o endereço eletrônico www.comiteempresaspublicas.com.br e facebook.com/comiteempresaspublicas/.

Fonte: Fenae