Mesmo doentes, bancários do Santander recebem alta para voltar ao trabalho

Mesmo doentes, bancários do Santander recebem alta para voltar ao trabalho Destaque

Mesmo doentes, bancários do Santander recebem alta para voltar ao trabalho



O funcionário chega à exaustão para bater as metas impostas pelo banco e, como recompensa, desenvolve uma doença relacionada ao trabalho. Com laudos médicos que comprovam a enfermidade, é afastado do trabalho, mas logo em seguida é obrigado a viver um outro pesadelo: o INSS lhe concede alta mesmo sem condições, e o médico do trabalho acata a decisão dos peritos.

Essa é a situação de dezenas de bancários do Santander. Vítimas do descaso do banco, muitos desses trabalhadores ainda passam pela situação de, pouco depois de retornar ao trabalho, têm que se afastar novamente por não ter se recuperado completamente.

“O banco precisa respeitar o estado de saúde do bancário, considerando, principalmente, que o trabalho em excesso é o motivo do adoecimento. Do que adianta ter o bancário de volta por uns dias e, depois, vê-lo se afastar novamente?”, questiona a diretora do Sindicato Rosane Alaby. “O médico do trabalho precisa estar atento à saúde dos funcionários e não simplesmente seguir a deliberação do INSS”.

Da Redação