Frente parlamentar em defesa dos bancos públicos será lançada nesta terça 13

Frente parlamentar em defesa dos bancos públicos será lançada nesta terça 13 Destaque

Frente parlamentar em defesa dos bancos públicos será lançada nesta terça 13

Projeto é do senador Lindbergh Farias a partir da iniciativa do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, com participação destacada do movimento sindical bancário

Será lançada nesta terça-feira 13 de junho, no Congresso Nacional, a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) é o autor do projeto que criou a Frente, a partir da iniciativa de entidades como o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, Contraf-CUT, Fenae, associações de empregados do BNB, do Banco da Amazônia e BNDES e outras vinculadas à categoria bancária.

O lançamento terá início às 9h30 no auditório Interlegis do Senado Federal, com a realização de seminário (veja programação abaixo). A Frente será integrada por representantes das duas Casas (Câmara e Senado) e dos movimentos sindical, social e associativo. Concretamente, deverá resultar em ações para informar e sensibilizar os parlamentares sobre o papel dos bancos públicos, suas especificidades (tais como a questão regional e os bancos de desenvolvimento, por exemplo) e a necessidade de brecar projetos que objetivam a privatização.

“Essa é mais uma iniciativa importante do movimento sindical e dos parlamentares comprometidos com a soberania e com o desenvolvimento econômico e social do Brasil, que necessariamente passa pelo financiamento da produção por parte das instituições financeiras públicas. Isso é particularmente estratégico para a nossa região, onde ficam as sedes de três bancos públicos federais e dois estaduais”, afirma Cleiton dos Santos, presidente da Federação dos Bancários do Centro Norte (Fetec-CUT/CN), referindo-se ao Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia, Banco do Pará e Banco de Brasília.

Depois do lançamento da Frente, estão previstos encontros nos Estados para também apresentar esse debate à sociedade, que depende dos bancos públicos para o fomento de crédito e programa sociais. “Reforçar a comunicação sobre a questão das empresas públicas é uma das deliberações do seminário que acabamos de realizar em Brasília. E contar com o apoio dos parlamentares é fundamental nesse processo, pois há dezenas de projetos no Congresso Nacional que colocam em risco os bancos e demais empresas públicas, prejudicando seus trabalhadores e todos os brasileiros, que são os verdadeiros donos desse patrimônio”, aponta a coordenadora do Comitê, Rita Serrano.

Veja a programação do lançamento da Frente Parlamentar.