Entreguista, Temer vende mais de 18 milhões de ações do BB

Entreguista, Temer vende mais de 18 milhões de ações do BB Destaque

Entreguista, Temer vende mais de 18 milhões de ações do BB



O pacote de desmontes do governo ilegítimo de Michel Temer ameaça mais uma vez a manutenção do Banco do Brasil enquanto empresa pública. O ataque nefasto de Temer já entregou mais de 18 milhões de ações do BB, que estavam no Fundo Soberano do Brasil (FSB), só em 2018.

Em maio do ano passado, quando as vendas foram determinadas pelo ilegítimo, havia uma soma de 105.024.600 ações. Já em fevereiro deste ano, de acordo com dados da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), haviam 30.762.200 ações ordinárias.

Desde o início da venda das ações, o patrimônio do Fundo Fiscal de Investimento e Estabilização (FFIE), braço operacional do FSB, caiu de R$ 4,088 bilhões para R$ 3,631 bilhões. A soma dos recursos obtidos somam R$ 2,76 bilhões, ou 67,5% do patrimônio do fundo, convertidos em operações compromissadas. As ações do BB totalizavam R$ 1,285 bilhão, ou 31,4%.

“Resistência é a palavra de ordem no momento, já que o golpista Temer insiste em instaurar o caos no Estado brasileiro camuflando de plano de governo. A luta contra o desmonte do país e contra a retirada de direitos continuarão sendo bandeiras defendidas pelos bancários e bancárias do BB”, destaca a diretora do Sindicato, Fátima Marsaro.

A previsão da Secretaria do Tesouro Nacional é que as vendas sejam encerradas em 2018, com estimativa de redução da participação da União no capital do BB de 54,4% para 50,73%.

Da Redação, com informações do Valor Econômico