Empregados organizam ato nesta quarta (24) em defesa da Caixa

Empregados organizam ato nesta quarta (24) em defesa da Caixa Destaque

Empregados organizam ato nesta quarta (24) em defesa da Caixa



A luta pela manutenção da Caixa enquanto banco público segue firme. Na manhã desta quarta-feira (24), empregadas e empregados voltam a se reunir para defender da Caixa das ameaças privatistas que cercam a empresa. O protesto está marcado para 11h, em frente ao edifício Matriz I, e faz parte da campanha “Não tem sentido”.

O Sindicato convida todos os empregados e empregadas para somar forças à luta em defesa da Caixa, considerando principalmente o momento de ataques ao patrimônio público e da volta do discurso privatista e do Estado mínimo.

O movimento é organizado coletivamente e envolve as entidades representativas em torno da defesa da Caixa 100% pública. Necessária para o desenvolvimento econômico e social do país, a empresa tem papel fundamental na vida de milhões de brasileiros, em áreas como habitação, saneamento básico, educação, cultura, esporte, agricultura, gestão do FGTS e loterias.

A Campanha

Por meio do endereço www.naotemsentido.com.br é possível enviar vídeos ou depoimentos opinando por quais motivos a Caixa não pode ser privatizada ou enfraquecida.

No manifesto de lançamento da campanha, a Fenae frisa que não tem sentido jogar fora conquistas importantes. “Poupança, penhor, habitação, FGTS, programas sociais inovadores, eficientes e reconhecidos no mundo inteiro. Em 157 anos de existência, a Caixa consolidou o seu protagonismo no desenvolvimento econômico e social do Brasil”, diz o texto. E ainda: “Quem defende a privatização da Caixa, seja de todo o banco ou seja em partes, não tem o menor compromisso com o Brasil e com os brasileiros”.

Da redação