Em Congresso, funcionários da Cooperforte definem pauta de reivindicações

Em Congresso, funcionários da Cooperforte definem pauta de reivindicações Destaque

Em Congresso, funcionários da Cooperforte definem pauta de reivindicações

Durante o Congresso dos Funcionários da Cooperforte, realizado nesta quinta-feira (3), os trabalhadores da cooperativa construíram e aprovaram a minuta de reivindicações com as suas principais demandas para a campanha deste ano, com destaque para licença paternidade, auxílio educacional, previdência privada, melhoria na política de afastamento para acompanhar familiares enfermos, salário licença saúde e cartão alimentação.

Os funcionários concordaram com o índice de 7,15% (inflação acumulada em 2,15% mais 5% de aumento real) a ser aplicado em todas as verbas salariais. Esta é uma estratégia adotada há anos pela categoria bancária que, dentro das análises política e econômica, tem garantido grandes conquistas aos trabalhadores.

No encontro, foi apresentado o balanço da gestão da diretora do Sindicato Talita Régia à frente do segmento do ramo financeiro. Também foram debatidos o fortalecimento e a manutenção dos bancos públicos, que estão sob ameaça pelo interesse do capital financeiro e do governo ilegítimo de Temer. Vale ressaltar que os funcionários de bancos são os maiores clientes da cooperativa.

Além disso, foram discutidos assuntos como a atual conjuntura política do país, com as contrarreformas propostas por Temer, que representam uma declaração de guerra contra a classe trabalhadora.

“Com o falso argumento de que é necessário reduzir gastos públicos para estabilizar a economia, o governo ilegítimo de Temer promove um ataque contra o país e tenta acabar com as empresas públicas, o que representa um grande retrocesso. E, enquanto perdoa dívidas de bancos privados, promove cortes em setores essenciais, destruindo os direitos dos trabalhadores”, ressalta a dirigente sindical Talita Régia, que também é funcionária da Cooperforte.

Talita destacou ainda a importância da participação dos funcionários da Cooperforte no Congresso, para fortalecer a mobilização por melhores condições de trabalho e pela manutenção dos direitos conquistados.

Mariluce Fernandes
Do Seeb Brasília