Durante greve dos vigilantes, agências bancárias ficarão fechadas

Durante greve dos vigilantes, agências bancárias ficarão fechadas Destaque

Durante greve dos vigilantes, agências bancárias ficarão fechadas



Aprovada em assembleia na quarta-feira (28), a greve dos vigilantes conta com o apoio do Sindicato e dos bancários e bancárias de Brasília. A paralisação por tempo indeterminado expressa a posição dos vigilantes contra os retrocessos que querem impor os empresários, que incluem intenção de retirar 18 cláusulas da Convenção Coletiva dos trabalhadores.

Em virtude da intransigência dos empresários da área de segurança na negociação, as agências bancárias devem permanecer fechadas durante a greve e onde não houver os vigilantes previstos no plano de segurança das dependências. É o que determina a Lei 7.102/83, que dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros.

Nesse sentido, o Sindicato notificou as instituições financeiras por meio de ofício e solicitou à Polícia Federal que realize fiscalização contundente para apurar denúncias, a fim de garantir que os bancos sejam responsabilizados por irregularidades e violações à lei federal e às portarias da PF e pelo descumprimento dos planos de seguranças dos estabelecimentos bancários.

Vale ressaltar que a categoria dos vigilantes é uma grande parceira dos bancários e contará com total apoio. Além disso, serão utilizadas todas as medidas judiciais para garantir o êxito da greve dos vigilantes e a segurança dos bancários.

Em caso de desrespeito à legislação, entre em contato com o Sindicato pelo telefone 3262-9090 ou pelo e-mail centraldeatendimento@bancariosdf.com.br. Denuncie!



Da redação