Contraf-CUT discute renovação de PPR do Banco Pan

Contraf-CUT discute renovação de PPR do Banco Pan Destaque

Contraf-CUT discute renovação de PPR do Banco Pan

Proposta apresentada pelos trabalhadores é de abrangência nacional para o período de 2017/2018

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), federações e sindicatos se reuniram, nesta terça-feira (5), com os representantes do Banco Pan para dar continuidade à negociação sobre a renovação do Programa de Participação nos Resultados (PPR).

A proposta que o banco apresentou era manter o mesmo modelo do ano passado, com o mesmo teto salarial, as metas e competências. A única diferença, em atendimento à solicitação da Contraf-CUT, era agregar os funcionários da antiga Panserv, que foram bancarizados no final do ano passado.

A contraproposta apresentada pela Contraf-CUT foi a de que o acordo tivesse abrangência nacional para os trabalhadores da empresa no período de 2017/2018, com a redução do teto do programa próprio, das metas e das competências. O Banco apresentou uma proposta de acordo para dois anos, que será avaliada pelos dirigentes sindicais para ver se traz benefícios para o trabalhador.

“A distribuição dos resultados, embora seja uma remuneração variável, é de extrema importância para o corpo funcional por fazer parte de sua remuneração total. Ao ser negociada com as entidades sindicais, mostra transparência e compromisso do Banco com os trabalhadores”, avalia a diretora da Fetec-CUT/CN, Talita Régia.

Ao discutir um programa próprio, os representantes dos empregados procuram promover uma melhor distribuição entre todos os funcionários.

O banco se comprometeu a avaliar as reivindicações dos trabalhadores e apresentar uma resposta até o dia 11 de setembro.

Da Redação com Contraf-CUT