Conselheira eleita na Cassi renuncia logo após tomar posse

Conselheira eleita na Cassi renuncia logo após tomar posse Destaque

Conselheira eleita na Cassi renuncia logo após tomar posse
 
 
Menos de 15 dias depois da posse da Chapa 4, a eleita para a suplência do Conselho Deliberativo da Cassi renunciou ao cargo para ser assessora do diretor de Saúde e Rede de Atendimento da caixa de assistência.A decisão preocupa e traz dúvidas nos associados em relação ao comprometimento dos recém eleitos com as pautas dos associados, já que o BB vem pressionando os bancários a apoiarem sua proposta para a CASSI.
 
Antes mesmo de tomarem posse, em 1º de junho, os integrantes da chapa Mais União já se reuniam com a direção do banco. Os assuntos tratados neste encontro não foram revelados pela chapa, formada em grande parte por executivos aposentado do BB. 
 
Juntas, a renúncia e a reunião com o BB aumentam a preocupação dos bancários quanto à real posição dos eleitos em relação a proposta do Banco do Brasil para a Cassi, cuja intenção é onerar os associados ameaçando também os direitos dos bancários na caixa de assistência.
 
De acordo com o diretor do Sindicato e representante da Federação dos Bancários do Centro Norte (Fetec-CUT/CN), Rafael Zanon, “a chapa mais uniào utilizou discurso contra os sindicatos e associações em sua campanha eleitoral e até o momento não se posicionou sobre a proposta do BB na Cassi. Essa proposta do banco tenta a todo custo empurrar goela abaixo a resolução CGPAR 23, que retira direitos dos associados”.