Chapa eleita na Cassi presta contas ao banco

Chapa eleita na Cassi presta contas ao banco Destaque

Chapa eleita na Cassi presta contas ao banco

Assuntos tratados no encontro não foram divulgados pela chapa Mais União, formada em grande parte por altos executivos aposentados; falta de transparência e proximidade com a gestão do BB coloca direitos dos associados em risco



A chapa Mais União, vencedora das eleições da Cassi, nem mesmo tomou posse na caixa de assistência dos funcionários do Banco do Brasil e já se reuniu com o banco. O tema da reunião não foi revelado pela chapa, formada em grande parte por altos executivos aposentados do BB.

O diretor do Sindicato de Brasília Kleytton Morais afirma que a chapa é formada por altos executivos aposentados, situação para a qual a entidade, durante a campanha, já alertava. "São muitos os riscos de eleger uma chapa não comprometida com os associados. Essa reunião com o BB, sobre a qual não foi prestado nenhum esclarecimento quanto aos temas abordados, é um primeiro exemplo de quais serão as prioridades dessa gestão recém-eleita”, questiona.

O Sindicato alerta que hoje os associados da Cassi, da ativa e aposentados, enfrentam uma conjuntura de retirada de direitos imposta tanto pelo governo federal, com as resoluções da CGPAR, quanto pelo próprio banco.

“Entre outros ataques, pretendem impor a cobrança por dependente, o que abrange não somente os filhos, mas também cônjuges dos associados, da ativa e aposentados. Também querem alterar o modelo de custeio com cobrança diferenciada por faixa etária, aniquilando o princípio da solidariedade. Nesse contexto, no qual um governo ilegítimo e a gestão do BB atacam nossas conquistas históricas de forma desavergonhada precisamos ficar alertas para defender a Cassi. Como sempre, estaremos na luta em defesa dos associados, juntamente com o Sindicato, que continuará exercendo seu papel de fiscalizar a nova diretoria e atuar pelo fortalecimento da Cassi”, conclui o dirigente sindical. 

Fonte: Seeb São Paulo