BRB: entidades entregam documento a candidatos ao GDF

BRB: entidades entregam documento a candidatos ao GDF Destaque

BRB: entidades entregam documento a candidatos ao GDF



As entidades representativas do conjunto de empregados do BRB, ativos e aposentados (Sindicato dos Bancários, AFA BRB, AEBRB e AABR), iniciaram nesta segunda feira, 17, uma agenda de conversas com os candidatos ao governo do DF. 

Esta agenda tem como objetivo a entrega do documento “BRB para o futuro", elaborado com a participação das quatro entidades. No documento, é feito um diagnóstico recente do BRB e apontadas suas potencialidades para se firmar como o banco do DF, com perspectivas de avançar em sua área de atuação, de forma a se estender para a região Centro-Oeste. Nele são ainda elencadas ações que podem ser desenvolvidas como forma de dinamizar o banco, tornando-o mais rentável e também mais efetivo nas políticas de fomento. O documento defende também a importância de se manter uma gestão com empregado de carreira do BRB à sua frente, como elemento de coesão do corpo funcional visando ao propósito de um norte único para o banco, que busque sua perenização com excelência. 

Nesta segunda-feira (17), o documento foi entregue aos candidatos Fraga (DEM), pela manhã, e Fátima Souza (PSOL), à tarde.

O deputado federal e candidato Fraga, afirmou categoricamente que o banco não será privatizado, e que precisa sim é ser fortalecido, especialmente em seu papel de fomentador do crescimento com geração de renda no D F. O candidato afirmou que o banco vem se apequenando, e que precisa se tornar pujante novamente. Disse ainda que o banco precisa tratar a população do DF, especialmente de mais baixa renda, com mais carinho. Como exemplo ele citou a importância de se efetuar um grande movimento de renegociação das dívidas dos clientes endividados, de forma que estes possam voltar a ter fôlego. 

Fraga afirmou ainda que quer do banco uma gestão técnica e capaz, e que apóie o empresariado do DF a investir. Sobre alguém da casa ser presidente/a ele disse que não descarta a possibilidade e se colocou a disposição para dialogar, inclusive sobre isso, se for o eleito. 

Fátima Souza

Fátima Souza, por sua vez, afirmou que o BRB é um patrimônio do povo de Brasília e da região e que, se eleita, terá o banco como parceiro do governo, assumindo a sua real função, não só de fomento, mas fazendo com que a economia do DF seja aquecida, envolvendo todas as áreas, como cultura, esporte, educação, ciência e tecnologia. Além disso, a candidata defende que os cargos de função diretiva sejam ocupados por funcionários de carreira, escolhidos pelos próprios bancários, e não por terceiros. Ela garantiu, por fim, um BRB público e instrumento de viabilização dos seus eixos programáticos de governo (leia em http://fatimasousa.com/forum/).

Da Redação