Bancários do BRB conquistam direito de eleger representante para o Consad

Bancários do BRB conquistam direito de eleger representante para o Consad Destaque

Bancários do BRB conquistam direito de eleger representante para o Consad



Depois de mais de quatro anos da aprovação de projeto pela Câmara Legislativa do DF, o BRB efetivará a eleição, pela categoria, de um bancário da ativa para compor o Conselho de Administração (Consad). De acordo com comunicado divulgado pelo banco, uma comissão foi criada para conduzir o processo eleitoral, com representantes (titular e suplente) do Sindicato.

“É uma vitória dos trabalhadores do BRB. Com a eleição, teremos um representante que será nossa voz na defesa do banco e, certamente, um conselheiro que poderá inibir tentativas de se utilizar o banco de forma espúria”, declara Eustáquio Ribeiro, diretor do Sindicato.

Para a entidade, a eleição com representante dos trabalhadores é de grande importância. Os bancários do BB e da Caixa já realizam a eleição de representantes desde 2011 e a experiência demonstra como é crucial a presença de um representante dos bancários no Consad desses bancos. Embora seja minoritário, a simples presença de um conselheiro que não se subordina à diretoria e ao governo contribui sobremaneira para minimizar a tentativa de utilização política do banco e, consequentemente, sua defesa enquanto empresa pública.

“É importante que os funcionários elejam alguém que efetivamente os represente. Nós, funcionários, não podemos perder a oportunidade de eleger alguém que faça valer o interesse dos trabalhadores. Assim, é fundamental que se eleja um candidato que dialogue com os funcionários e preste contas de suas ações”, comenta o diretor do Sindicato Daniel de Oliveira.

“Não adianta elegermos alguém que se diz preparado tecnicamente, porém não tem o mínimo compromisso com os funcionários do banco. Eleito tem de ser reportar aos eleitores e prestar contas de suas ações. O eleito para o Consad do BRB jamais pode se subordinar, se ajoelhar diante das pressões do banco ou do governo. O eleito tem de se subordinar aos interesses dos funcionários e dialogar com estes para ouvir suas opiniões”, complementa Cida Sousa, representante do Sindicato na comissão que conduzirá a eleição.

Para Cristiano Severo, secretário-geral do Sindicato, “todos nós devemos debater essa eleição e estar cientes da grande importância de termos um representante no Conselho de Administração do BRB. Ainda segundo o dirigente, “ter alguém que represente os trabalhadores no Consad traz condições para se denunciar desvios de toda ordem e para influenciar no planejamento do futuro da instituição, de modo a contribuir para dias melhores para os funcionários e para o crescimento de um BRB público, forte e a serviço da sociedade”.

Da Redação