24º Grito dos Excluídos cobra o fim da desigualdade social e da violência

24º Grito dos Excluídos cobra o fim da desigualdade social e da violência Destaque

24º Grito dos Excluídos cobra o fim da desigualdade social e da violência

CUT NACIONAL

As tradicionais manifestações do Grito dos Excluídos, acontecem nesta sexta-feira (7 de setembro), em todo país. O conjunto de ações, articulado pelos movimentos sociais, é realizado desde 1995 com o mote “A vida em primeiro lugar”. Neste ano, os atos cobram igualdade social com um tema específico: “Desigualdade gera violência. Basta de privilégio”.

A versão mais antiga do Grito dos Excluídos é realizada na cidade de Aparecida, no estado de São Paulo, em conjunto com a Romaria dos trabalhadores e trabalhadoras.

Na cidade de São Paulo estão confirmados dois atos com concentração a partir das 9h. Um deles acontece na Praça da Sé, região central da cidade, e o outro começa na Praça Oswaldo Cruz e termina no Parque Ibirapuera. Manifestações estão previstas em diversas regiões do país e no estado de São Paulo serão realizados atos em Guarulhos, Campinas, Piracicaba, Ribeirão Preto, Jundiaí e Aparecida.

Fonte: Contraf-CUT