Sindicato questiona presidente da Caixa sobre revogação do RH 151

INCORPORAÇÃO DE FUNÇÃO

Sindicato questiona presidente da Caixa sobre revogação do RH 151 Destaque

Sindicato questiona presidente da Caixa sobre revogação do RH 151



Um dia após frustradas as tentativas da Caixa em mesa de negociação de alterar o modelo de custeio do Saúde Caixa e às vésperas da entrada em vigor da reforma trabalhista, a direção da empresa surpreendeu os empregados nesta sexta-feira com a revogação do RH 151, que trata da incorporação de função.

Diante desse novo ataque aos empregados, o Sindicato encaminhou ofício ao presidente da Caixa, Gilberto Occhi, questionando os motivos da medida. Primeiro porque o RH 151 já faz parte do contrato de trabalho e, portanto, os empregados fazem jus a esse direito. Além disso, o Sindicato quer saber se a Caixa continuará concedendo a incorporação administrativamente ou via judicial, o que implica a ampliação das provisões para demandas trabalhistas em um momento em que o banco necessita de aporte de recursos.

O Sindicato encerra o documento cobrando uma resposta “o mais breve possível” para que os empregados “saiam do clima de insegurança no âmbito da empresa”.

“Agora ficou claro por que a Caixa não apresentou garantias de estabilidade na mesa de negociação de ontem. Se a direção tinha planos de revogar o RH 151, para que enviar os seus representantes de mãos vazias? É desrespeitoso”, dispara o diretor do Sindicato Wandeir Severo, que representa a Fetec-CUT/CN na Comissão Executiva dos Empregados.

“Já consultamos nossa assessoria jurídica para desenvolver uma estratégia de enfretamento a essa decisão da Caixa. Faremos de tudo para garantir os direitos dos empregados. Se a direção da Caixa se achar incompetente para resolver pela via negocial, esperamos que ela faça uma renúncia coletiva para o Conselho de Administração, indicada pelo governo golpista”, cobra o presidente do Sindicato, Eduardo Araújo.

Leia mais: http://www.bancariosdf.com.br/site/index.php/component/k2/direcao-da-caixa-nao-garante-emprego-e-empregados-rejeitam-proposta-sobre-saude-caixa 

Renato Alves
Do Seeb Brasília