Contra ameaça de terceirização irrestrita, Sindicato cobra reunião com a Ditec

BANCO DO BRASIL

Contra ameaça de terceirização irrestrita, Sindicato cobra reunião com a Ditec Destaque

Contra ameaça de terceirização irrestrita, Sindicato cobra reunião com a Ditec

O Sindicato tem recebido denúncias preocupantes acerca de estudos em curso no Banco do Brasil para viabilizar a terceirização dos serviços da Diretoria de Tecnologia (Ditec) da empresa, o que consequentemente resultará na precarização das relações de trabalho. Diante disso, o Sindicato resolveu encaminhar ofício, nesta quinta-feira (10), solicitando uma reunião com o diretor da área para tratar desse assunto, entre outros.

O Sindicato quer, com uma discussão transparente, entender o objetivo da assessoria que está sendo realizada pela empresa Falconi, que pode representar forte ameaça de terceirização da área.

As ressalvas se justificam pelos riscos trazidos pela mudança na legislação trabalhista, que se complementa à lei de terceirização, aprovada em março deste ano, bem como pela preocupação com a gestão do vice-presidente de Tecnologia do BB, que já esteve à frente do departamento durante o segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso, presidente que entregou diversas estatais nas mãos do capital financeiro. Durante a gestão de Gustavo do Vale, de 2001 a 2003, a Ditec atingiu seu máximo grau de terceirização, superando a marca de 50% de terceirizados com relação aos funcionários de carreira.

Outro assunto a ser tratado é a relação do banco com a empresa Oriente, que presta serviços terceirizados, cujos trabalhadores, segundo apurado, estão indo trabalhar sem vale alimentação e sem receber vale transporte. Também estão sempre recebendo o pagamento atrasado de férias e não dispõem de sala para trocarem de roupa.

Confira a íntegra do ofício a seguir:

Da Redação