Sindicato cobra do BRB respostas para a pauta de reivindicações da Campanha

Sindicato cobra do BRB respostas para a pauta de reivindicações da Campanha Destaque

Sindicato cobra do BRB respostas para a pauta de reivindicações da Campanha



Na rodada de negociação com o BRB realizada nesta quarta-feira (25), dentro da Campanha 2018, o Sindicato cobrou do banco um posicionamento sobre as demandas dos funcionários para a renovação do acordo coletivo (ACT) aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho.

“O banco, de modo geral, tem ignorado a pauta de reivindicações dos bancários, aprovada em assembleia, para 2018. Tem insistido apenas em debater o acordo atual”, critica o diretor do Sindicato Daniel Oliveira.

Na reunião desta quarta, o Sindicato trouxe algumas respostas sobre itens que ficaram pendentes de avaliação da reunião anterior (que versou sobre cláusulas de saúde), e alguns avanços marcaram o tema sobre condições de trabalho.

Sobre as cláusulas pendentes de avaliação da última rodada, o Sindicato afirmou ser contrário à sua retirada do ACT, sob o argumento de constarem em lei, pois entende que seria uma garantia a mais para o empregado. O banco insiste na retirada e mantém a questão em discussão.

Quanto às cláusulas do ACT passíveis de alteração, de modo geral, o Sindicato manteve o posicionamento de não retirada dos parágrafos 1º e 2º da cláusula 45.

As cláusulas 47 e 50 ficaram sem alteração. Também não houve nenhum objeção por parte do Sindicato sobre alterar na cláusula 49, conforme proposta feita pelo banco.

Condições de trabalho     

Em relação às cláusulas ligadas às condições de trabalho, a proposta do banco foi de manter, sem alteração, as cláusulas 23, 33, 51, 64, 65 e 67. A instituição propôs, contudo, alteração em algumas outras cláusulas, que serão analisadas pelo Sindicato.

O BRB propôs a retirada da cláusula 63, que versa sobre a manutenção do concurso de gerentes de Negócios de 2013. Em contrapartida, o Sindicato sugeriu que os empregados que passaram por curso de formação e estágio supervisionado tenham pontuação específica e diferenciada em futuros processos seletivos. O banco concorda. Dentro dessa negociação, foi proposta a retirada das cláusulas 35 e 68, que ficaram pendentes de avaliação posterior, e houve acordo na retirada da cláusula 70.

Por fim, o Sindicato cobrou a presença de um diretor do banco na mesa de negociação, conforme solicitado na entrega da pauta de reivindicações.   

Próxima negociação é dia 3/8

A próxima reunião está agendada para o dia 3 de agosto, quando serão discutidas as demais reivindicações dos empregados relacionadas às condições de trabalho e serão trazidas as respostas das questões pendentes de avaliação por parte do Sindicato.

Da Redação  

*Atualizada às 17h28 de 1 de agosto