Demora das obras na agência Santander em Ceilândia causa insegurança aos funcionários

Demora das obras na agência Santander em Ceilândia causa insegurança aos funcionários Destaque

Demora das obras na agência Santander em Ceilândia causa insegurança aos funcionários



O prédio da agência do Santander em Ceilândia, condenado e interditado pela Defesa Civil há cerca de três meses, ainda continua fechado, causando prejuízos à população e aos clientes e preocupação aos funcionários, que estão inseguros com relação a garantia do emprego.

“A interdição foi necessária, uma vez que o transtorno no prédio era antigo, com rachaduras nas paredes e risco de desabamento. No entanto, é necessário acelerar a conclusão das obras para evitar mais contratempos, conforme vem ocorrendo”, cobra o diretor da Fetec-CUT/CN Jorge Kotani, também funcionário do Santander.

Da Redação